Artrose Facetária

Artrose Facetária

As facetas articuladas são pequenas articulações que conectam as vértebras na parte posterior da coluna. Também são conhecidas como articulações Zigoapofisárias. Sua função principal é proporcionar estabilidade rotacional.

  Como qualquer outra articulação do corpo, as articulações facetárias podem originar dor, seja por processos de desgaste articular (artrodese facetária), seja por estados inflamatórios. O desgaste das articulações facetarias  é um processo normal do envelhecimento, apenas em algumas pessoas ele se torna um problema, provocando sintomas dolorosos. 

Sinais e sintomas

Cervicais

  A sintomatologia é de dor ao nível do pescoço e das escápulas. Esta pode se irradiar para perto dos ombros.

  A dor normalmente piora com a extensão do pescoço e durante a palpação local. 

Lombares

  Dor lombar que pode irradiar até a região posterior da coxa. Dor com piora a hiperextensão da coluna e melhora a flexão da coluna. 

Diagnóstico

  Radiografia

Avalia a artrose das articulações

  Ressonância magnética

Avalia a presença de líquido e grau de artrose facetária.

Tratamento

  Ainda não existem tratamentos para curar o desgaste das articulações. As técnicas têm por objetivo aliviar a dor crônica que se origina do desgaste ou inflamação das articulações facetarias.

Infiltração Facetária

  A infiltração facetária consiste em puncionar a articulação (ou pontos muito próximos da articulação) com uma agulha e aplicar medicações anestésicas e anti-inflamatórias no local. De certa forma, é um processo semelhante às infiltrações usadas no tratamento de patologias de joelho ou ombro. O objetivo do procedimento é o alívio temporário dos sintomas, embora, em alguns casos, esse alívio possa ser bastante duradouro. Além disso, um bom resultado com uma infiltração pode ajudar a selecionar o paciente para o procedimento de denervação por rádio – frequência. Está  é uma técnica percutânea, feita sem necessidade de hospitalização.

Denervação Facetária por Rádio-frequência

   Nesta técnica, um eletrodo em forma de agulha é colocado sobre os pequenos nervos que transmitem a dor das articulações facetárias desgastadas. Estes eletrodos são ligados a um aparelho de rádio-frequência, que fornece uma quantidade controlada de energia, fazendo a coagulação destes nervos. A destruição destes pequenos ramos nervosos leva a uma anestesia das articulações dolorosas.

  É bom frisar que os ramos nervosos destruídos no procedimento são minúsculos, estando envolvidos apenas com a dor das articulações facetarias. Não são os mesmos nervos que levam a sensibilidade e o movimento das pernas ou braços, por isso o procedimento é bastante seguro.

  A denervação facetária por rádio-frequência também é uma técnica percutânea, feita sem necessidade de hospitalização, e sua vantagem sobre a infiltração facetária é uma maior durabilidade dos resultados. 

Cirurgia de artrodese minimamente invasiva

  Paciente que apresenta dor associada a pequenas instabilidades a artrodese minimamente invasivas com sistemas dinâmicos apresentam bons resultados.